26 de janeiro de 2020, Boa tarde!
Buscar
                     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Estímulo ovariano em destaque na Sociedade Europeia.

Na Europa, os novos métodos de estimulação ovariana estão na “ ordem do dia”!

A ESHRE (Sociedade Européia de Reprodução Humana) divulgou um calendário de cursos de educação continuada onde a utilização de agonistas de GnRH para induzir a luteinização do folículos é destaque! Além de obter resultados idênticos ao uso de HCG ou recombinados, reduz drasticamente a incidência da Síndrome de Hiperestímulo ovariano, principal complicação da estimulação ovariana controlada - eventualmente grave - e não interfere na possibilidade de sucesso dos tratamentos.

O Centro de Infertilidade em parceria com a Universidade de Valencia – Espanha, já vem utilizando protocolos com uso mínimo de medicamentos indutores e sem a utilização do HCG / recombinados desde 2010.