26 de janeiro de 2020, Boa tarde!
Buscar
                     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Exames na Mulher

Pesquisa Hormonal

Avaliação da função ovariana e hipofisária através de uma amostra de sangue.

Indiretamente, permite o estudo da reserva de folículos que podem ser utilizados na ovulação.

Geralmente é realizada entre o segundo e quarto dia do ciclo menstrual.

Teste Pós-coito

Realizado próximo ao momento da ovulação (12-14 dias do ciclo, em um ciclo de 28 dias). Retira-se uma amostra do muco cervical e analisa-se ao microscópio. O homem não deverá ejacular em um período prévio de 2-5 dias e deverá manter relação sexual na noite anterior a consulta. A interação do espermatozóide com o muco cervical informa, indiretamente, a normalidade do sêmen e a função do ovário.

Ultrassonografia transvaginal e Doppler Colorido

Exame que oferece informações valiosas sobre a morfologia do útero e do ovário e permite conhecer a resposta do ovário e do endométrio durante o processo de ovulação. O Doppler colorido oferece uma informação adicional com o estudo do fluxo sanguíneo uterino durante o ciclo e indiretamente correlacionado com a implantação do embrião.

Frequentemente pode ser interessante a ajuda da ultrassonografia 3D para o estudo da morfologia uterina e da cavidade endometrial. A ultrassonografia 3D facilita o processo de diagnóstico e reduz o emprego de métodos todos invasivos como a Iaparoscopia e histeroscopia.

Pesquisa Hormonal na segunda fase do ciclo

Exame realizado através de uma amostra de sangue coletada entre o 20º-24º dia depois do inicio da menstruação para a determinação do nível de progesterona produzida pelo corpo do ovário e a qualidade do processo de ovulação. O valor anormal indica a ausência da ovulação ou a insuficiência do corpo lúteo.

Biópsia do endométrio (aspiração)

Permite conhecer como se modifica e se prepara o endométrio como consequência da ovulação. A mucosa do endométrio é aspirada através de uma cânula introduzida pelo canal cervical entre 20º-24º.

Histerossalpingografia

Exame radiológico realizado através do colo uterino no qual se utiliza um contraste que permite avaliar a cavidade uterina e o grau de permeabilidade das trompas. A obstrução das trompas impede o processo de fecundação natural.

O exame é realizado imediatamente após o término da menstruação e deve ser descartado qualquer risco de infecção genital.

Laparoscopia

Exame cirúrgico que permite a visão direta da cavidade abdominal através de um sistema de ótica introduzindo pelo umbigo.

Histeroscopia

Também considerado um exame complementar a histerossalpingografia e a ultrassonografia 3D, permite a visão direta da cavidade uterina através da introdução de um sistema ótico peio colo uterino.

É de grande importando como método de tratamento cirúrgico em casos de mal-formação do útero, retirada de pólipos e alguns miomas.

Cariótipo

Utilizado quando a pesquisa de anomalias cromossômicas é necessário.

Exames Biológicos

Utilizados nas pesquisas de infecções e anticorpos.

*Resultado alterado não implica em risco para a fertilidade

**Resultado alterado implica em risco para a fertilidade