09 de dezembro de 2019, Bom dia!
Buscar
                     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Diagnóstico Genético Pré-implantório

 

 

O Diagnostico Genético Pré-Implantacional (PGD), é uma forma precoce de diagnostico que em conjuntos com as técnicas de Reprodução Assistida tem possibilitado o estudo genético nos pré-embriões antes de ser transferidos ao útero da paciente.

O PGD tem se desenvolvido graças aos avanços nos campos da Embriologia e Biologia Molecular. A união das técnicas de FIV, FISH ou PCR nos permitem detectar anomalias cromossômicas e genéticas em uma única célula do pré-embrião. Permitindo-nos identificar possíveis enfermidades genéticas ou malformações congênitas que podem afetar ao feto.

Mediante a técnica de micromanipulação se realiza uma biópsia em cada pré-embrião para que seja extraída uma célula para o estudo do seu núcleo, enquanto os mesmos seguem seu desenvolvimento normal e inalterado no laboratório.

Considerações sobre o PGD:

  • Não se deve realizar um ciclo de PGD se não se dispõe de um numero mínimo de 10 óvulos
  • Existe uma porcentagem de pré-embriões que não resistem a biopsia embrionária e que degeneram ou param o seu desenvolvimento
  • O PGD não é uma alternativa de diagnostico pré-natal, e sim uma opção de reduzir ao máximo a possibilidade de iniciar gestações de fetos portadores de anomalias genéticas.

Sempre é recomendada devido à alta taxa de mosaicismo presentes nos pré-embriões, a realização de um Diagnostico Pré-natal posteriormente.

inserir videos