Publicado em 19 de Dezembro de 2018

PESQUISA DESENVOLVIDA NO CENTRO DE INFERTILIDADE RECEBE CONCEITO MAXIMO NA UFRJ.

Uma pesquisa realizada no Centro de Infertilidade em parceria com a UFRJ foi motivo da Dissertação de Mestrado da nossa embriologista sênior Dra. Lilian de Freitas Aguiar.


Uma pesquisa realizada no Centro de Infertilidade em parceria com a UFRJ foi motivo da Dissertação de Mestrado da nossa embriologista sênior Dra. Lilian de Freitas Aguiar. A defesa da dissertação aconteceu no ultimo dia 11 de dezembro no Campus do Fundão.

A pesquisa intitulada “ANALISE COMPARATIVA DOS MICROAMBIENTES FORMADOS NA CULTURA DE PRÉ-EMBRIÕES NO DISPOSITIVO INVOCell E NA TÉCNICA DE FERTILIZAÇÃO IN VITRO CONVENCIONAL” faz um estudo comparativo entre a FIV convencional e INVO, aqui cultivado de forma pioneira ate o quinto dia para a transferência de blastocistos.

Os resultados mostraram que não há diferença entre os resultados das duas técnicas, não houve contaminação do meio de cultivo como muito se pregava e que o INVO tem um custo imensamente, mais reduzido que a FIV convencional, constituindo em uma alternativa segura, eficaz e de grande importância, pois pode ser uma grande opção para os casos que se situam entre a Inseminação e a FIV. Ademais pode ser uma alternativa para viabilizar a assistência pública a infertilidade.

A pesquisa recebeu a nota máxima da banca examinadora.

A Dra. Lilian de Freitas Aguiar foi orientada pela Dra. Tania Ortiga da UFRJ e pelo Dr. Francisco Augusto Colucci Coelho do Centro de Infertilidade e da Faculdade de Medicina de Campos dos Goytacazes.