Perguntas Frequentes

Transtornos psíquicos podem causar infertilidade?

A ansiedade associada ao processo de reprodução deve ser tratada, pois interfere diretamente na qualidade de vida do casal.

 

A idade da mulher interfere na fertilidade feminina?

A idade é principal fator de prognóstico nos tratamentos. A idade ideal para a reprodução na mulher é entre os vinte e cinco e trinta anos. Após os trinta e cinco anos a fertilidade feminina diminui sensivelmente e após os 45 anos as chances são mínimas.

 

O que é mais freqüente? A causa masculina ou feminina?

Entre os fatores passíveis de diagnóstico (+/- 80%) os fatores masculinos respondem por 40%, entre eles:

As alterações do sémen, próstata, testículo, a obstrução dos dutos e as alterações na ejaculação e na ereção.

As causas femininas respondem por outros 40% como a menopausa precoce, anovulação, alterações e obstruções das trompas, endometriose, alterações do útero e do colo uterino. Outros 20% são de causa mista.

Os 20% restantes, são classificados de infertilidade sem causa aparente ou de causa indeterminada. Independente da origem e da causa, ela sempre deve ser abordada como sendo do casal porque a colaboração de ambos e fundamental.

 

Qual a freqüência das relações sexuais para conseguir a gestação?

Não existe uma freqüência adequada. O ideal é respeitar a natureza do casal sem tentar buscar os dias mais adequados.

 

É possível determinar o período fértil da mulher?

Mesmo que a mulher tenha plena consciência do seu ciclo menstrual e este seja regular não poderá saber com exatidão o dia fértil. O ciclo regular significa a provável ovulação, entretanto, existem outros problemas alem do ovulatório freqüentemente menos evidentes. Além disto, a ansiedade gerada no casal pela necessidade de relações sexuais pode ter um efeito negativo no casal.

 

Quando procurar uma clínica de Reprodução Humana?

Apos um ano, com vida sexual ativa regular e sem métodos contraceptivos, a ausência da gestação alerta para a necessidade de um estudo detalhado para investigar um possível problema que empeça a gravidez. Às vezes, o problema e simples, de fácil solução e pode ser resolvido no consultório de Ginecologia. Entretanto, pesquisas mais detalhadas e especificas e, sobretudo as associações do diagnostico com as possibilidades de tratamento são mais especificas e complexas em um centro de reprodução humana. Deve-se levar em conta a idade da mulher, principal fator de prognósticos nos tratamentos existentes. Quanto mais cedo à procura melhores são os resultados dos tratamentos.

 

O que é um centro de reprodução assistida?

E um centro medico com uma equipe multidisciplinar (ginecologista com especialidade em reprodução humana, andrologista, anestesista, ultra-sonografista, psicólogo e enfermeiros) e uma estrutura física adequada para oferecer os mais atuais métodos de diagnostico e tratamentos para a infertilidade humana.

 

Quais exames são necessários na primeira consulta?

Em geral, são solicitados exames com objetivo do diagnostico da causa da infertilidade ou que desaconselhem à gravidez. Alem desses, são solicitados exames para diagnostico de doenças que podem ser transmitidas ao feto como o HIV, Hepatite B e C, Rubéola, Toxoplasmose, Citomegalovirus, etc. Dependo do caso podem ser solicitados exames mais complexos e específicos como o cariótipo do casal. Também e solicitado exame para o estudo do sêmen como o espermograma e o teste de capacitação espermática.

 

É necessário repetir o exame de sêmen?

Sim. O exame do sêmen pode ser influenciado por vários fatores como o estresse, última ejaculação, febre, medicamentos entre outros.

 

Podemos assegurar a fertilidade masculina através do espermograma?

Não podemos assegurar o homem fértil através do exame do sêmen. Através desse exame poderemos saber a causa da infertilidade, caso ela seja de origem masculina.

 

Que fatores podem interferir na eleição de um tratamento?

Ademais da causa básica, a idade do casal e o tempo de tentativa de gestação são fatores muito importantes no momento de eleger um determinado tratamento. Portanto, um casal cuja idade e de 35 anos e tentam a gestação ha 5 anos deve iniciar com um tratamento mais complexo que outro com 25 anos de idade e 2 anos de tentativa.

 

Teremos de usar medicamentos para esse tratamento?

Sim. A mulher usará medicamentos a base de hormônios para induzir a ovulação. Estes medicamentos tem como propósito recrutar simultaneamente vários óvulos para serem disponibilizados para o tratamento.

 

Existe risco na utilização de hormônios para estimular o ovário?

Estudos científicos demonstraram que a exceção de hiperestimulação ovariana e da gestação múltipla, não há outros riscos para a mulher.

 

A mulher tem sempre a mesma resposta do ovário à medicação para a indução?

Não. A resposta do ovário (número de folículos) pode variar de um ciclo para o outro, inclusive a dose de medicamento utilizada.

 

Qual o risco de gestação múltipla?

Estudos comprovam que o número de gestações gemelares vem declinando com o tempo. Esta comprovado que não ha vantagem na transferência para o útero de um número superior a 3 embriões. Recentemente, com a técnica de cultivo em laboratório do pre-embrião até o estagio de blastocisto (estágio de implantação) reduz o número de embriões a serem transferidos (l ou 2) e o risco de gestação múltipla. U CIM oferece a possibilidade de transferência no estagio de blastocisto.

 

Como os óvulos são captados?

Os óvulos são aspirados do ovário nos casos de fertilização in vitro. Eles são aspirados através de uma agulha especial guiada por ultra-sonografia em um ambiente cirúrgico especial, em um momento determinado pelo seu medico.

 

Tenho que tomar anestesia?

Nos casos de inseminação artificial não. Nas outras formas de tratamento e necessário a aspiração dos óvulos que e feita sob sedação, diferente da anestesia geral. Como e um processo rápido e simples (30 minutos), em geral a mulher tem alta horas apos a aspiração.

 

Quanto tempo depois os pré-embriões são transferidos para a mulher?

Em geral 3 a 5 dias após a aspiração dos folículos. A transferência no quinto dia acontece quando os pré-embriões são transferidos no estágio de blastocisto.

 

Há necessidade de suporte psicológico para os casais que se submeterão ao tratamento?

A maternidade e a fonte de felicidade e realização para as mulheres. As mulheres que não conseguem o seu objetivo sofrem profundamente. Os casais que desejam ter filhos e enfrentam problemas com consegui-lo se sentem frustrados e deprimidos. Pode acontecer também um ambiente de cobrança mutua, prejudicial. Us programas de ajuda psicológica são fundamentais neste aspecto e inclusive ajudam a aumentar a taxa de sucesso. U CIM conta com uma unidade de psicologia que oferece uma abordagem individual e também com psicologia de grupo, antes durante e depois dos tratamentos.

 

Quanto tempo pode levar até conseguirmos a gestação?

Não é possível determinar. Como a taxa de sucesso é acumulativa, em geral, 90% dos casais que persistem, conseguem a gestação.

 

Quantas tentativas posso fazer com a reprodução assistida?

Com a inseminação artificial, no máximo 6 tentativas, dependendo da idade da mulher. Nos casos onde a inseminação artificial não teve sucesso utiliza-se a fertilização in vitro (FIV) ou a microinjeeao de espermatozóides (lLÍSU que poderão determinar uma provável falha de fertilização. Uma vez determinada a técnica, o tratamento pode se estender por mais quatro tentativas de FIV ou ICSI.

 

Qual a diferença entre inseminação artificial e fertilização in vitro (FIV)?

De forma geral, na inseminação artificial os espermatozóides com boas condições para a fecundação são separados e concentrados no laboratório e em seguida são colocados, com um cateter especial, dentro do útero. Neste caso o encontro do espermatozóide com o ovulo ocorre dentro do organismo feminino.

Na fertilização in vitro (FIV), não somente os espermatozóides, mais também os óvulos são levados ao laboratório de embriologia, apos serem aspirados do ovário. O encontro do espermatozóide com o óvulo ocorre de forma assistida, no laboratório. Serão transferidos para o útero, neste caso, os pre-embrioes,

3 a 5 dias após a aspiração dos folículos.

 

Em caso de doação de gametas eu posso escolher um parente ou amigo (a)?

Não. A legislação brasileira exige anonimato para a doação.

 

Os tratamentos são caros?

A utilização nos tratamentos de medicações especiais, materiais de laboratório e equipamentos sofisticados encarecem o tratamento. Entretanto, o CIM e o Hospital Escola Álvaro Alvim possuem programas para facilitar o acesso dos casais a todas as formas de tratamento assistido. No CIM utilizamos protocolos de baixas doses de medicamentos (estímulo mínimo) adaptados às necessidades de cada paciente. Dessa maneira conseguimos reduzir o gasto em medicamentos por parte do paciente e consequentemente reduzindo o custo do tratamento

 

É possível o congelamento dos óvulos?

Sim. Recentemente foi introduzido na pratica clinica uma técnica chamada vitrificação. Esta tecnica permite uma taxa de sobrevivência elevada dos onilos apos a descongelação. Esta técnica pode ser utilizada principalmente nos casos onde a mulher será submetida a tratamentos que podem comprometer a fertilidade, como a quimioterapia.

U CIM oferece esta possibilidade aos casais.