Psicologia

O tratamento com as técnicas de reprodução assistida é uma situação complexa que envolve aspectos médicos e emocionais.

O apoio psicológico ao tratamento tem como objetivo a abordagem dos sentimentos frequentemente associados ao processo como o medo, a culpa, a insegurança e a ansiedade que podem interferir de forma direta e negativamente no processo. O apoio psicológico é fundamental para que os casais possam discutir as incertezas com profissionais qualificados e, de forma individual, minimizar os sentimentos que podem acompanhar o tratamento. O diagnóstico e a intervenção sobre os aspectos psicológicos da reprodução humana assistida colaboram para a segurança do casal e o sucesso do tratamento.

Por que passar por uma consulta psicológica?

O apoio psicológico favorece a eficácia do tratamento e o acompanhamento contínuo favorece ao casal um equilíbrio emocional contribuindo para um resultado positivo e prevenindo as aparições de novos problemas como depressão, estresse, crises conjugais e outros transtornos de ordem psíquica.

Como funciona o Serviço de Psicologia?

O casal ou paciente é encaminhado para avaliação psicológica. Após uma avaliação médica, quando a paciente já se encontra gestante, é encaminhada para o grupo terapêutico de gestante (opcional): quando vem para reprodução assistida é feita uma avaliação psicológica especifica de reprodução assistida, para avaliar - casal apto ou inapto.

Se o casal estiver apto será encaminhado novamente para o médico para dar início ao tratamento e/ou procedimento de reprodução assistida. E participará das Orientações e Instruções para Tratamento de Infertilidade.

Caso esteja inapto, será avaliado para tratamento individual ou de casal. Após o tratamento será avaliado novamente, para sabermos se é considerado apto ou inapto novamente.
A Psicologia atua com o desejo de integrar-se ao CIN, colaborando com os objetivos e traçando metas dentro da ética e do profissionalismo.

Os casais que passam pelo Serviço de Psicologia participam de uma abordagem focal de apoio e esclarecimento, anamnese, acompanhamento psicológico, caso seja necessário um tratamento psicológico específico.

Ø      Anamnese específica para reprodução assistida
Tem como finalidade avaliar o casal de maneira mais específica e aprofundada, questionando seus desejos, frustrações, fantasias, ansiedades, expectativas em relação ao tratamento e a existência inconsciente do desejado, sentimentos de culpa, os medos, a opção, os tratamentos anteriores, as dúvidas ou as cobranças internas, familiar e de âmbito social, enfocando fatos importantes ocorridos anteriormente, caso existam, como abortamento, luto não-elaborado e disfunções na vida sexual.
Ø      Casal APTO ou INAPTO:
Após a avaliação para Reprodução Humana Assistida, o casal pode ser considerado APTO ou INAPTO.

Casal APTO: Está preparado psicologicamente para dar início a tratamento de infertilidade passando pelas consultas de OIPTI e dando inicio ao procedimento de Reprodução Humana Assistida.

Casal INAPTO: Estaremos trabalhando a preparação desse casal por meio de psicoterapia.
Luto Não elaborado - É desenvolvido um trabalho voltado para as perdas (abortamento espontâneo seja no inicio da gravidez ou em fase avançada da gravidez), outros tipos de luto não elaborado, o impacto do diagnóstico de infertilidade, reconhecer o trauma, trocar experiências vividas buscando um processo de cura e trabalhando perspectivas para uma futura gravidez.

  • Psicoterapia individual: uma forma de terapia em que é trabalhado o encorajamento, estímulo, fortalecendo o ego da paciente, sobretudo durante o período mais penoso no curso de uma psicoterapia de profundidade.
  • Psicoterapia de casal: aumenta a capacidade de comunicação de expressão de sentimento e da capacidade de comprometer-se com a relação sem com isso perder a individualidade.

Ø      O que é OIPTI?
OIpTI - significa orientações e instruções para a tratamento de infertilidade.
São encontros realizados aos casais APTOS para iniciarem o tratamento de infertilidade, onde a troca de experiências como a intenção de desenvolver recursos de enfrentamento, reconhecimento dos limites, fortalecimento do autoapoio e autoestima. além de trabalharmos expectativas para os procedimentos de exames e desenvolvimento da Reprodução Humana Assistida.

  • Orientações e Instruções para o tratamento de Infertilidade
  • Ansiedade e o aspecto emocional, a espera e a incerteza
  • Controle do Estresse e Técnicas de relaxamento:
  • Distração - Corpo – Diafragma

 

A importância da psicologia no contexto do tratamento de infertilidade

A psicologia tem como finalidade melhorar a eficácia de adaptação fazendo com que os pacientes conheçam suas motivações, que estão subjacentes aos seus problemas ditos atuais ou situacionais, isto é, emergentes situações de vida e reveladas com base no diagnóstico, a fim de que possa resolvê-lo da forma mais adequada possível.

A psicologia está mostrando a necessidade do olhar humano sobre o indivíduo e a eficácia da escuta diante do desespero provocado por dor, pelo sofrimento. Ou seja, pelo diagnóstico apresentado, pois só assim teremos uma nova visão sobre a estrutura emocional, desenvolvendo e amadurecendo novas expectativas e sentimentos em relação a uma gravidez desenvolvida pelo método de reprodução humana assistida.
Cordialmente,

Gabriella Hernandes Vieira
Psicóloga
Coordenadora do Setor de Psicologia do Centro de Infertilidade e Medicina Fetal do Norte Noroeste Fluminense